quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Aceitação

Confesso que não foi fácil..
Pensei em inúmeras possibilidades..
Cheguei a imaginar como será daqui à 1 mês, ou daqui à 50 anos..
Pensei, chorei, me desesperei.. Me calei.. Pensei, sofri, sorri com dor.. Me preocupei, neguei..
Aceitei, sofrendo..
Mas foi quando eu parei de falar e comecei a ouvir, que eu pude escutar o som mais perfeito do universo..
Nada se compara àquele "barulhinho" acelerado, parecendo um batuque, uma música..
E eu sorri, e de tanto sorrir, eu chorei.. De felicidade.. De amor àquela coisinha tão pequena e indefesa,  que já me tira o sono e que eu não consigo mais parar de pensar..
Bobo daquele que pensa que três é demais.. Três é o nosso número agora.. O número ideal..




seeeeeeee yaaaaaaaaaa..


bjoO

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Borracha...

Alguém ai tem uma borracha que apague alguns minutos da nossa vida? Tudo bem, já que vou apagar, quero apagar mais do que alguns minutos.. Talvez, dias inteiros..
Não sei pesar se ter experiências ruins e ter traumas é melhor do que nunca ter que passar por certas coisas..
Eu sei, tá bom.. Tô careca de saber que a gente só carrega o peso que a gente pode suportar..
Mas hoje, só hoje mesmo, me deixa esquecer disso..
Me deixa lamentar por não ter tido responsabilidade..
Me deixa imaginar que pode haver outra saída mais fácil..
Deixa eu me iludir que amanhã, quando eu acordar, tudo não vai ter passado de um sonho..
Me deixa pensar que a tal "borracha" existe..
Eu sei, podia ser bem pior.. Sempre pode.. E é "menos pior" porque ele está do meu lado, embora eu já tivesse imaginado como seria se ele não estivesse.. (como eu sempre imagino tudo o que pode acontecer...) Mas ele está.. E é tão bom..
É.. Hoje eu vou negar.. Vou fingir que eu não sei, vou comer bem, vou tomar um banho, vou ter meu momento egoísta, vou escutar as músicas pro ensaio de amanhã (que eu não sei se vou conseguir me concentrar...) e vou tentar ter uma boa noite de sono..
Afinal, amanhã, estarei de pé às 6 da manhã caminhando sozinha até o meu destino. E quando eu voltar, provavelmente não estarei sozinha durante um bom tempo..

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

O Barulho da carroça...


Certa manhã, meu pai, muito sábio, convidou-me a dar um passeio no Bosque e eu aceitei com prazer. Ele se deteve numa clareira e depois de um pequeno silêncio me perguntou:
- Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa?
Apurei os ouvidos por alguns segundos e respondi:
- Estou ouvindo um barulho de carroça.
- Isso mesmo, disse meu pai. É uma carroça vazia ...
- Como pode saber que a carroça está vazia, se ainda não a vimos?
- Ora, respondeu meu pai. É muito fácil saber que uma carroça está vazia por causa do barulho.Quanto mais vazia a carroça, maior é o barulho que faz.
Tornei-me adulto, e até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais, gritando (no sentido de intimidar), tratando o próximo com grosseria inoportuna, prepotente, interrompendo a conversa de todo mundo e, querendo demonstrar que é a dona da razão e da verdade absoluta, tenho a impressão de ouvir a voz do meu pai dizendo: "Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz..."

(Autor Desconhecido)

C-yaa..

bjoO

domingo, 2 de janeiro de 2011

Without you

Without You / Sem Você - Brooke Fraser 


The sky opens up over me and you / O céu se abre em cima de mim e de você
And you don't seem to mind that we're soaked through / E você parece não se incomodar de que estamos encharcados
You kiss me in the rain, I forget what I'm moaning out loud / Você me beija na chuva, eu esqueço do porquê eu estava lamentando tão alto
And I know I wouldn't be the same without you / E eu sei que eu não seria o mesmo sem você

I wouldn't be the same without you / Eu não seria o mesmo sem você
I wouldn't be the same without you / Eu não seria o mesmo sem você

I laugh at my own jokes and what I deem to be clever wit / Eu rio das minhas próprias piadas e do quê eu considero engraçado
And you don't seem to mind that I'm so stupid / E você nem parece se importar de que eu sou tão bobo
You kiss me once again, I forget what I'm babbling about / Você me beija mais uma vez, eu esqueço do porquê eu estava tagarelando
And I know I wouldn't be the same without you / E eu sei que eu não seria o mesmo sem você

I couldn't replicate your touch or love anyone again this much / Eu não poderia responder seu toque ou amar outra pessoa de novo tanto assim
But I wouldn't be the same without you / Mas eu não seria o mesmo sem você

I wouldn't be the same / Eu não seria o mesmo
I wouldn't be the same / Eu não seria o mesmo
I wouldn't be the same without you / Eu não seria o mesmo sem você
Without you / Sem você
Without you / Sem você
Without you / Sem você

C-ya..

bjoO